sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

6 DICAS DE COMO DEIXAR O GUARDA-ROUPA ORGANIZADO


6 dicas de como deixar o guarda-roupa organizado

Rotina e disciplina são o segredo para deixar o guarda-roupa organizado: sempre guarde as roupas assim que estiverem lavadas e passadas!

Fernanda Duarte


Aprenda a deixar seu guarda-roupa sempre organizado

A verdade é uma só: mesmo depois que você dá aquela arrumação geral em seu guarda-roupa, passado um mês, aquela bagunça toda retorna.

Não adianta. Chegar em casa depois de um dia de trabalho estafante e ainda ter que colocar cada peça no lugar, direitinho…
Caramba! Ninguém merece…

E usar o final de semana para isso, pegar as roupas e guardar… vamos combinar, ninguém quer desperdiçar o final de semana com isso.

A não ser que você use a solução de Barak Obama e Mark Zuckerberg, que usam praticamente a mesma combinação de roupas, com leves variações, todos os dias (por isso, tem bem menos peças para guardar), só existe uma solução para deixar seu guarda-roupa sempre arrumado: DISCIPLINA.

Nesta postagem, vamos passar algumas dicas de como atingir essa disciplina.
E enquanto lê uma ou outra regrinha de organização, aproveite para apreciar alguns guarda-roupas incríveis que selecionamos para você se inspirar.

6 regras de organização de guarda-roupas

1- Cesta de roupa suja

Esta pode parecer uma regra óbvia e que todo mundo já usa.
Mas em conjunto com as demais regras sobre cestas, você vai entender como isso funciona para manter seu guarda-roupa organizado.
Muitas vezes chegamos de uma festa – ou mesmo cansado de um longo dia de trabalho – e jogamos as roupas num canto e o corpo na cama.
Programe-se mentalmente para não fazer mais isso: sempre coloque as roupas na lavanderia, no cesto de roupa suja.
Por maior que ele seja, uma hora vai transbordar.
E, antes disso, vão faltar peças em seu guarda-roupa para usar, o que vai  te obrigar a se organizar melhor.


 2- Cesta de roupa lavada: bem pequena!

Aqui um segredo: conforme as roupas lavadas (independentemente se você usa lavanderia, se você mesmo faz isso ou se tem quem ajude) vão se acumulando no cesto, se ele for grande, sempre há uma desculpa para não dar prosseguimento ao processo de organização de seu guarda-roupa.
Por isso, tenha uma cesta de roupa lavada pequena! Isso vai te obrigar a dar um jeito nelas.


3- Nada cesta de roupas passadas!

Isso mesmo! As roupas estão lavadas e prontas para pôr no guarda-roupa?
Nada de ter um lugar para “estocar” essa tarefa, se você não guardar imediatamente, vão acabar empilhadas em um canto e amassando de novo…


4- Defina 2 dias da semana para checar suas cestas

Com a vida corrida que temos, eleger terças e quintas-feiras como o dia de checarmos as cestas é ideal.
Você dá uma olhada na cesta de roupa suja e se estiver quase cheia, trate de tomar as providências necessárias.
E o mesmo vale para as roupas lavadas e passadas.
Se você transformar isso em um hábito, em no máximo 20 minutos duas vezes por semana, todas roupas estarão ou sendo lavadas, ou sendo passadas, ou já guardadas no guarda-roupa.
Não estamos falando do processo de levar e passar, mas de encaminhar essas tarefas e guardar as roupas.


 5- Livre-se dos excessos e use organizadores

Outra providência importante é verificar se realmente cabe tudo que você tem em seu guarda-roupa.
Se não couber, livre-se do que não usa mais e empregue organizadores, cabides e caixas para ganhar espaço.


6- Premie-se ao notar que seu guarda-roupa está organizado

Treine seu cérebro para perceber que ele ganha uma recompensa toda vez que você cumpre suas tarefas nas terças e quintas.

Quando você fizer isso direitinho, premie-se com algo simples, como convidar o pessoal do escritório para te acompanhar em um capuccinodepois do almoço, ou tomar um chopinho rápido no final do dia.

E quando no final do mês você notar que está tudo em ordem no guarda-roupa, dê-se um prêmio extra!

Pode ser comprar uma peça de roupa que estava namorando, ir ao cinema, jantar naquele restaurante que não vai há algum tempo.
Algo que não seja exagerado, mas um pouco mais legal que os outros pequenos prêmios.

Que achou da ideia de se premiar a cada pequena ou grande conquista rumo ao guarda-roupa perfeitamente organizado?

Uma ótima desculpa para umas comprinhas extras, não? Foque na disciplina e você verá que logo estes hábitos se tornarão parte de sua rotina, inclusive aquele capuccino com a turma, na hora do almoço!

Estas dicas de como deixar o guarda-roupa organizado foram criadas pela equipe https://www.vivadecora.com.br/ 


DICAS PARA UMA MUDANÇA ORGANIZADA


Dicas para uma mudança organizada

Confira as dicas do Chaves na Mão para fazer uma mudança tranquila e segura, conheça o checklist da mudança organizada, e economize tempo e dinheiro.



Confira as dicas do Chaves na Mão para realizar uma mudança segura e tranquila, além de orientações importantes sobre manutenção e conservação do novo imóvel.
Dicas para uma mudança organizada e eficaz
A mudança não precisa ser uma tarefa estressante: basta se planejar com antecedência e prestar atenção em alguns detalhes importantes.
1 MÊS
  • Faça uma lista do que vai levar: Agora que você está de mudança, que tal desapegar daqueles itens que você não usa mais? Visite cada cômodo da casa e reviste armários, prateleiras e estantes, anotando o que fica e o que vai embora. Você pode vender, fazer um bazar para seus amigos ou doar para instituições de caridade. Passe adiante!
  • Separe caixas para empacotar: Antes de começar a embalar, colete na vizinhança (em lojas e supermercados) caixas de papelão para fazer sua mudança. Compre plástico bolha, fita crepe larga e marcadores permanentes. Deixe separado também materiais de limpeza, para tirar o pó dos itens antes de empacotá-los.
  • Embale primeiro os itens que você não usa diariamente: A poucos dias da mudança, desmonte e embale todos os móveis, objetos e utensílios que não são essenciais no dia a dia. Itens de decoração, roupas de cama e louças também entram nessa lista! Identifique as caixas com o seu conteúdo e para qual cômodo elas irão.
  • Desmonte e embale os móveis: Antecipe-se com os armários, estantes, prateleiras e móveis que precisam ser desmontados. É um processo que exige cuidado e atenção para não danificar as peças, portanto evite deixar para o dia da mudança, que será corrido. Marque as peças que se encaixam e embale com plástico bolha para proteger as arestas contra riscos e arranhões.
1 SEMANA
  • Contrate a empresa de mudançaFaça uma boa pesquisa e contrate a empresa de preferência, que tenha tratamento para frágil e uma equipe suficiente para fazer sua mudança. Cuidado com aventureiros e pechinchas, você pode sair no prejuízo se um móvel for danificado durante a mudança. Confira se a empresa possui mantas e cobertores para proteger as peças.
  • Troque o endereço das principais contasHá cerca de 2 semanas de se mudar, troque o endereço das contas de luz, água, internet e telefonia, além de assinaturas de revistas e jornais. Atualize seu cadastro do plano de saúde, do cartão de crédito, das contas bancárias e das lojas em que costuma comprar.
2 DIAS
  • Faça uma faxina na nova casaAntes de trazer suas coisas, limpe tudo direitinho! Além de tirar o pó, lave os pisos, as portas e as janelas, higienize os banheiros e limpe armários e estantes. Deixe a casa arejada por uns dias, para eliminar eventuais cheiros de mofo e de umidade. Aproveite para fazer os pequenos ajustes que faltam.
1 DIA
  • Empacote os últimos itensFaltando 1 dia para a mudança, esvazie e limpe sua geladeira, deixe-a desligada e com a porta aberta, seque para que não vaze durante o transporte. Empacote o que faltou: como roupas, itens de higiene pessoal, louças e itens de limpeza.
  • Reserve itens de uso pessoalEm uma mochila, separe 2 mudas de roupa para cada pessoa, itens de higiene pessoal, toalhas de banho e panos de chão. Você poderá usar esses itens nos primeiros dias na casa nova.
NO DIA DA MUDANÇA
  • Acompanhe o processo da mudançaMesmo que tenha contratado uma empresa, reserve um período do seu dia para acompanhar a mudança. Dessa forma você fica de olho se ficou alguma coisa para trás, e certifica de que estão tratando seus itens com cuidado.
  • Leve consigo itens valiososPor segurança, carregue com você joias, celulares, câmeras e itens frágeis ou valiosos. No caso de obras de arte, fotografe para documentar o seu estado de conservação, ou contrate uma empresa especializada no transporte desses itens.
DEPOIS DA MUDANÇA
  • Monte um cômodo de cada vezQuando a mudança estiver concluída, organize um cômodo por vez, iniciando pelos mais usados como cozinha e banheiros. Quando terminar, faça uma faxina geral na casa e pronto: mudança realizada!

Fonte: https://www.chavesnamao.com.br/mercado-imobiliario/dicas-para-uma-mudanca-organizada/ 

AS 5 PRINCIPAIS DICAS PARA CONVIVER COM ANIMAIS EM CONDOMÍNIO


5 principais cuidados com animais em condomínio

Nesta leitura você saberá as espécies adequadas para convívio condominial e, por fim, as principais regras dos condomínios em relação aos animais. Confira!






Animais em condomínio: Poucas coisas trazem tanto aconchego a um lar quanto a companhia amigável de um animal de estimação.

O Brasil é um dos países mais frutíferos aos empreendimentos para pets, em virtude do grande apego que todos têm pelos seus bichinhos.

No entanto, por muito tempo uma dúvida pairava sobre os guardiões e os síndicos: como lidar com animais em condomínio?

Há muito tempo que esse é um tema fértil para discussões ferrenhas nas reuniões de condomínio.
Por isso, pensando em você, no seu animal de estimação e no seu futuro imóvel, elaboramos este post!

Nesta leitura você terá a oportunidade de conhecer alguns cuidados para o seu animal de estimação, as espécies mais habituadas ao convívio condominial e, por fim, as principais regras dos condomínios em relação aos animais. Confira!

1. Tenha atenção às regras do condomínio

É um fato judicial que eles não podem barrar o seu animal, no entanto, algumas regras acordadas em assembleia podem existir.

Por exemplo, algumas restrições de circulação de animais em áreas comuns podem ter justificativas sanitárias, como um salão de festas, cozinhas ou lavanderias coletivas.
Além disso, observe que, apesar da legislação, alguns condomínios podem apresentar a restrição aos animais.

Você estará amparado pela lei caso queira comprar essa briga, no entanto, ainda não tendo adquirido o imóvel: você implicaria em uma disputa judicial apenas para fazer o seu direito valer?

Demandar justiça pode ser um pouco complicado, mesmo que ela esteja ao seu lado.
Às vezes — esmagadora maioria — não vale a pena o incômodo, sendo mais sensato procurar outro imóvel que atenda às suas especificações de convivência e orçamento.

2. Priorize imóveis com uma área privativa

Privativa ou de serviço: essas dependências podem ser conjugadas com as lavanderias, podendo representar um bom cantinho para o seu pet.

Em realidade, ter um espaço somente do animal é fundamental para que ele se sinta seguro, principalmente durante a sua ausência.

Além do espaço exclusivo, é bacana preencher o ambiente com objetos para a distração do animal.
Quanto mais alternativas para ele se divertir, menos carente ele estará na sua ausência, diminuindo a probabilidade de uivos e inconvenientes com os seus vizinhos.


3. Habitue o seu pet a fazer as necessidades em um local específico

Quanto antes você domesticar o seu amigo animal, menos incomodação terá.
Não falamos de ensiná-lo 10 mil truques ou condutas comportamentais, apenas faça ele se habituar a fazer as necessidades em um local específico.

A grande dificuldade de criar um pet em um apartamento é essa, pois higienizar pisos, tapetes, paredes e sofás em um imóvel menor e mais restrito dá um baita trabalho!

É fato que pode ser um pouco difícil balancear as necessidades do pet com a manutenção do comportamento dele, evitando incômodos com a administração do condomínio.

Gatos se habituam rapidamente ao treinamento da caixa de areia, enquanto os cães demandam mais paciência, precisando de inúmeras tentativas — e erros! — para domesticá-los. A dica é utilizar tapetes específicos ou jornais.

4. Invista em acessórios de segurança

Além da preocupação de prover segurança ao seu animalzinho, você precisa considerar algumas práticas e condições fundamentais ao bem-estar do animal.

Não negligencie esse fator! Gatos, cães e animais de toda espécie são dotados de uma curiosidade tão infinita quanto ingênua.

Verifique se o imóvel tem telas de proteção nas janelas e sacadas, impedindo que uma fatalidade aconteça.

5. Pratique exercícios físicos com o seu pet diariamente

Outro ponto de muita importância: verifique se o condomínio tem dependências propícias à soltura do animal, como gramados, jardins ou parques cercados.

Independentemente da sua rotina, você precisa manter o hábito diário de exercícios com o seu animal de estimação, preservando tanto a saúde dele como a sua.

Vocês podem brincar correndo, usando brinquedos, galhos, pinhas, enfim, o que for necessário para a manutenção do bem-estar dele.

Fonte: https://www.chavesnamao.com.br/dicas-e-reformas/animais-em-condominio/ 

segunda-feira, 6 de agosto de 2018

A INFLUÊNCIA DAS CORES




Muitas vezes ficamos cheios de dúvidas de qual cor usar em um determinado ambiente, por não saber se vai ficar bonito ou não. Mas a escolha da cor não deve limitar-se somente ao aspecto estético e sim ao fato da influência que ela exerce na nossa emoção e razão.
É claro que a cor tem muito a ver com nossas preferências pessoais e até nossas diferenças culturais. No entanto, muitos estudos já chegaram a conclusão que as cores estimulam nosso cérebro de muitas maneiras diferentes. Se as cores forem usadas da forma correta estimulam áreas do cérebro que podem promover as mais diversas sensações.
Sabendo quais sensações cada cor causa, fica mais fácil decidir qual aplicar em cada ambiente. Confira, segundo a psicologia das cores as principais sensações causadas pelas cores:

Branco: Transmite limpeza e frescor e é ótima para ambientes pequenos, pois sugere a sensação de amplitude no ambiente.
Ambiente ideal: Casa inteira, principalmente nas paredes.

Lilás/Roxo: O tom mais voltado para o roxo transmite espiritualidade e o lilás mais suave proporciona calma.
Ambiente ideal: quartos crianças, cantos de espiritualidade e templos.

Azul: Transmite calma e tranquilidade, o uso único da cor pode causar monotonia, por isso é importante combiná-las com outras cores.
Ambiente ideal: Quartos de casal e infantil e consultórios.

Verde: Sugere calma, frescor, equilíbrio e lembra a natureza.
Ambiente ideal: Hospitais, consultórios, quartos em geral.

Amarelo: Cor vibrante, alegre e que estimula a criatividade. Em superfícies grandes pode causar cansaço.
Ambiente ideal: Áreas de estudos e salas.

Laranja: Cor acolhedora e quente, estimula e abre o apetite. É muito acolhedora e quente.
Ambiente ideal: Cozinhas, restaurantes e salas de jantar.

Vermelho: Sugere virilidade, agitação, exotismo e glamour. Em excesso pode provocar excitação e nervosismo.
Ambiente ideal: Quartos de casais, restaurantes, cozinhas, salas de jantar.

Preto: Sugere nobreza e elegância, cuidado com pessoas que apresentam depressão, ambientes escuros e sombrios, estimulam essa patologia. O ideal é usar em pequenos detalhes:

Ambiente ideal: Em pequenos detalhes pode ser usada em qualquer ambiente.



Agora que você já sabe a influência e estímulos que as cores causam, observe a personalidade de cada pessoa que vive naquele ambiente e use as cores de acordo com os desejos da pessoa.
Uma dica para quem tem medo de exagerar é aplicar cores mais neutras em grandes superfícies como paredes por exemplo e as outras cores em detalhes, como almofadas, cortinas, objetos de decoração etc. Combinar cores quentes com cores frias pode trazer mais conforto e aconchego.
No geral, se informe sobre as cores que estão em alta, mas sempre se atentando as preferências dos usuários.

Créditos:  Designer de Interiores Elida Lacerda 

Facebook:

Instagram:

Whatsapp: 11 98128-9332




terça-feira, 15 de maio de 2018

A VEZ DAS MINICASAS

Em um mundo cada vez mais sem fronteiras em que empregos e moradia são transitórios, ganha força a valorização do desapego como estilo de vida. Muito em breve, o mínimo pode ser tudo de que você precisa em uma casa




Em 2050 seremos 9.6 bilhões de habitantes no planeta Terra. Foi isso o que previu um relatório feito pela ONU em 2013. O maior crescimento populacional deve acontecer nos países desenvolvidos. E quando o assunto é o espaço em que vivemos, cenários como esse apontam para mudanças importantes. Ainda que exista a perspectiva de um adensamento verticalizado nos grandes centros, a probabilidade de que isso acarrete em metragens menores é uma hipótese a se considerar (apartamentos compactos já são quase metade dos lançamentos em São Paulo), tanto pelo fato de os espaços disponíveis serem escassos e caros, quanto pelo anseio de toda uma geração por uma vida com mais mobilidade e praticidade. Entra em cena como solução urbana o que parecia ser um projeto distante: minicasas em muitos formatos possíveis.

Essa solução de design urbano já começa a fazer parte da paisagem de grandes metrópoles mundo afora, com projetos distintos de construção compacta que se apresentam como uma solução para jovens e novas famílias fugirem dos assustadores financiamentos de 30 anos — isso não quer dizer que ter uma minicasa seja barato, mas a estrutura simplificada em muitos sentidos torna esse anseio pela casa própria uma possibilidade concreta, mesmo que isso envolva uma moradia construída sobre rodas (que libera o comprador de pagar por um pedaço de terra). O movimento tem muitos adeptos nos Estados Unidos, uma cultura já bem familiarizada com a ideia de viver em trailers ou motorhomes. “É um movimento que vai ganhar força sobretudo nas grandes capitais, onde o custo de vida é altíssimo”, conta a semioticista Janiene Santos, que mora há três anos no Missouri, EUA


A metragem em si, por mais desafiador que pareça morar em 18 m², não é a grande surpresa do movimento de valorização das minicasas. Muita gente mundo afora habita espaços minúsculos em diferentes contextos, por necessidade ou por opção. Os projetos recentes revelam o papel imprescindível e inovador do design ao pensarmos a otimização do espaço em que vivemos.

Fonte - Revista Casa e Jardim 

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

APLICATIVO DE REALIDADE AUMENTADA

APLICATIVO DE REALIDADE AUMENTADA PERMITE QUE USUÁRIOS ESCOLHAM MÓVEIS PELO CELULAR

Novidade foi possível graças a nova atualização do iOS, da Apple. Alguns aplicativos já utilizam o sistema. Confira

Após a nova atualização do iOS da Apple para a versão 11, a tecnologia de realidade aumentada deu mais um passo e está mais próxima aos clientes da marca. Agora, diversos aplicativos podem aproveitar a câmera do celular e sensores disponíveis para utilizar a novidade.

É o caso do aplicativo Ikea Place, da loja de móveis internacional Ikea, que permite que os clientes escolham os mobiliários sem sair de casa. Funciona assim: com a câmera do celular, o usuário escaneia o espaço, e é possível testar as diversas possibilidades de lugares para a peça.


fonte:Casa e Jardim

terça-feira, 27 de junho de 2017

CASA CRIADA COM IMPRESSORA 3D PODE SER INSTALADA EM QUALQUER AMBIENTE

Projetada por uma startup, a PassivDom é autossuficiente e resiste à qualquer intempérie da natureza


Seguindo a tendência de imprimir grandes volumes em impressoras 3D – inclusive casas – uma startup na Ucrânia desenvolveu um projeto inovador. A PassivDom é uma construção modular que promete ser completamente autônoma e resistente à qualquer tipo de clima ou ambiente.

De acordo com o site da empresa, “PassivDom permite que você viva nas montanhas, na floresta, no litoral, em condições tão confortáveis quanto um hotel 5 estrelas”. A casa é autossuficiente em energia e não possui gastos com eletricidade ou gás, pois é mantida com painéis solares.

 Feita de fibra de vidro, poliuterano e carbono, a garantia é de que a casa não irá enferrujar ou apodrecer durante 40 anos. Outra preocupação da startup com a construção é a temperatura. Ainda segundo o site, ela se mantém aquecida no inverno e resfriada no verão.

Além disso, a PassivDom oferece outros confortos para seus moradores. Todos os sistemas da casa podem ser controlados por um smartphone, ela já vem mobiliada, e pode ser entregue em um dia.



fonte: Casa e Jardim 

sexta-feira, 24 de março de 2017

DICAS PARA MANTER SEU ARMÁRIO BEM ORGANIZADO



Fique só com o que você precisa e realmente usa.

Pratique o desapego, selecione as roupas que não usa mais ou as que já estão muito gastas para doar para alguma instituição.
Faça isso com roupas sapatos, acessórios e todos os objetos que você tem guardado no armário e no quarto.
Este é o primeiro passo para você conseguir organizar suas coisas e deixar seu armário impecável.

Separe as roupas por cor e por ocasião. Trabalho, esporte, final de semana e as roupas que você usa só para ficar em casa

Escolha cabides do mesmo modelo. Isso ajuda a economizar espaço e deixa visual muito mais bonito.

Para pendurar as calças use um cabide com prendedor. E pendure as calças de cabeça para baixo, ou seja, pelo pé da calça para evitar que elas amassem ou fiquem com marcas e vincos.

Coloque as escovas e acessórios que você usa para limpar suas roupas em uma caixa, dentro do armário, para facilitar o uso.

Meias, gravatas e cintos
Estes itens podem ser enrolados para ganhar mais espaço nas gavetas e ajudar na visualização. Desta forma, você vao conseguir se trocar muito mais
rápido.

E para finalizar, coloque sachês de lavanda ou de cravo nas gavetas. Além de perfumar, eles ajudam a afastar insetos e traças indesejáveis.

*fonte house up- Gafisa

quinta-feira, 23 de março de 2017

SUCULENTAS: IDEIAS CRIATIVAS PARA TER ESSA PLANTA EM CASA


Bonitas e fáceis de cuidar, as espécies de suculentas são ótimas opções para cultivar em casa. Inspire-se nas dicas para inexperientes e apaixonados por plantas.

Uma boa ideia para incrementar o jardim é brincar com a altura dos vasos. Uma maneira fácil e diferente é empilhar modelos de cerâmica, resultando em uma cascata de plantas. Para um efeito mais interessante, use suculentas pendentes, como a colar-de-pérolas. As suculentas pedem pouca quantidade de água. Não use pratinhos e jamais deixe a terra encharcada, porque a umidade excessiva apodrece suas raízes.

Sabe aqueles caixotes de frutas ou de plantas? Em vez de descartá-los, transforme-os em miniestantes. O primeiro passo é tratar a madeira: passe generosas demãos de verniz para protegê-las das chuvas e de respingos das regas. Se quiser pintar o caixote, use tinta à base de resina PVA e só aplique o verniz após a secagem. Depois basta pregar duas ripas de madeira para formar as prateleiras da estante e abusar de vasos e objetos pequenos para decorá-la. 

A família das suculentas vive com pouca luminosidade e rega controlada – a cada 7 dias no verão e a cada 10, no inverno. No aparador rústico, o paisagista Odilon Claro, da Anni Verdi, usou porta-mantimentos, compoteiras, tampas e terrários como vasos.

As suculentas são plantas que apresentam raiz, talo ou folhas engrossadas. Essa característica permite o armazenamento de água durante períodos prolongados e em quantidades muito maiores do que nas plantas normais. Por isso, elas não são fãs de água em excesso. Um jeito charmoso de protegê-las da chuva é criar redomas para os vasos de cerâmica a partir de garrafas pet,  tags de cerâmica ou de papel e fios de sisal dão um ar romântico ao conjunto.

*fonte Casa e Jardim 

terça-feira, 21 de março de 2017

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

FLAMBOYANT RESIDENCIAL

Flamboyant Residencial , são lotes que poderão ser financiados com excelente custo beneficio. Entre em contato conosco e faça seu cadastro. Ligue 3239 7152 para mais informações. 


quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Cozinha: siga as tendências para 2017!

            Se você procura tendências para decorar a sua cozinha nesse novo ano, aposte nessas dicas:
Cores vivas
Você quer deixar a sua cozinha com um visual mais alegre e moderno? Então aposte no uso de cores vivas na hora de decorar. Esses tons, coloridos e vibrantes, podem aparecer não só nos móveis, mas também nos utensílios domésticos, eletroportáteis e adesivos de parede.
Tons como amarelo e azul royal estão super em alta, especialmente quando o objetivo é criar uma decoração inspirada em décadas passadas.






A volta do retrô
A cozinha retrô é uma ótima opção para os nostálgicos, ou seja, pessoas que gostam de buscar referências no passado para compor a decoração. Ela é charmosa, alegre e costuma resgatar elementos que fizeram sucesso entre os anos 50 e 80.
Para valorizar o estilo retrô na decoração da cozinha, abuse de cores vivas, através de uma geladeira antiga ou dos armários. Os utensílios esmaltados, o chão xadrez e os azulejos decorados também são itens importantes para resgatar a estética de outra época.




Total black
Total black é uma das principais tendências para decoração de cozinha 2017. Ele determina que o preto é o novo branco, portanto, pode ser usado de diferentes formas na hora de compor o layout do ambiente.
A cozinha preta não tem nada a ver com a casa fúnebre da Família Adams, muito pelo contrário. Essa cor escura e neutra é usada no projeto como uma forma de deixar o espaço mais estiloso e contemporâneo.



  
Mais cinza e menos branco
As pessoas estão acostumadas com a tradicional cozinha branca, porém, isso está com os dias contados. Tudo leva a crer que, em 2017, o cinza será a nova aposta da decoração. Essa cor escura, assim como o preto, será usada com o objetivo de deixar o ambiente mais elegante e sofisticado.
Os moradores podem decorar o ambiente apenas com tonalidades de cinza ou apostar no uso de uma segunda cor viva, como é o caso do amarelo.






quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Tá a fim de montar o seu Home Office? Saiba mais sobre eles!

Home Office
Por Gabriela Seabra
Um novo ano se inicia, e com ele vêm grandes expectativas, sonhos e novas metas. Chegou a hora de organizar o local de trabalho, ou de fazer daquele espaço esquecido da casa um Home Office.
Da tradução do inglês “Escritórios em Casa” têm se tornado uma opção prática e econômica adotada por muitos profissionais de várias áreas, que necessitam de um espaço para trabalhar, em muitos casos em frente ao computador, mas que não dispõe de renda para locação de um escritório, ou que precisam trabalhar e dar assistência em casa.
Uma das questões mais relevantes de um Home Office é a organização, separando aquele ambiente como de trabalho, que possa ou não receber seus clientes.
Existem várias opções, desde a mais sofisticada com mobiliário todo planejado, espaços já projetados para este uso e até as adaptações reutilizando e reformando os móveis existentes. Se você tem algum espaço em casa, que possa vir a se transformar em um espaço de trabalho ou local de estudos, vou apresentar algumas inspirações . 


Neste caso nota-se que o ambiente foi planejado para duas pessoas, em tons neutros. Podemos observar que houve uma preocupação com a iluminação direcionada para as bancadas. Este tipo de bancada não necessita de um quarto exclusivo, pode encaixar-se em um corredor mais largo, ou naquele cantinho ocioso da sala de jantar.





Diferentemente do anterior, este é um ambiente mais descontraído. A bancada é composta por dois cavaletes e uma chapa de MDF. Esta composição tem sido bastante utilizada em diversas combinações de materiais como a madeira, vidro e metal.
O ambiente de trabalho fica delimitado pelo tapete de listras, e as prateleiras são fixadas com mão francesa. Este tipo de configuração não tem custo elevado, e pode ser executada pelo famoso faça você mesmo. Outra vantagem é que as peças podem ser trocadas de lugar com grande facilidade, podendo se deslocar de um canto a outro da casa.
Do planejado ao adaptado, o importante e explorar cada espaço da sua casa de forma funcional e organizada sejam para trabalho ou para os estudos. A composição básica de um Home Office é uma mesa, cadeira, tomadas próximas, prateleiras de apoio e iluminação artificial ou natural.

Em muitos casos não é necessário dispor de um quarto inteiro para se ter um escritório em casa, podendo ser elaborado em pequenos espaços sem muito uso ou fluxo na casa. A ajuda de um profissional pode ser de grande ajuda nesta hora. Ano Novo, novas expectativas, novos ambientes em casa.  

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Cores para casa em 2017


Mais uma vez, trazemos as tendência para cor da casa em 2017 e os Tons pastel vem com tudo! Eles reinam em absoluto, mas observe os detalhes!
Quando elaborar o projeto que deseja, é ideal testar uma pequena quantidade de tinta na parede. Lembre-se de não confiar na cor da cartela de amostra ou da tela do pc (a iluminação ambiente altera a cor), o objetivo pode não ser atingido, também o tamanho do ambiente e até da cor dos móveis que vão compor o ambiente podem sofrer com a saturação. 
Trouxemos aqui algumas imagens de ambientes com as cores que prometem bombar em 2017, só pra dar inspiração para você que quer mudar a cara do seu ambiente, e ficar com a casa fashion...  
O branco total é ainda a opção da maioria, não só por ser muito fácil de compor, mas também pela tendência minimalista e aparência sofisticada. Composto com o verde menta, que promete ser o queridinho do verão, ficou show!



As cores desse momento são os tons pasteis de rosa, azul e terrosos. Mas o azul é geralmente o favorito!



Outros queridos do momento são os cinzas.





Os tons terrosos ou com pegada de couro ou caramelo prometem e tornam o ambiente aconchegante.




            Cores de impacto devem ser usadas apenas como detalhe para não ficar desconfortável ao olhar. Mas pode-se optar pelo preto composto em ambiente minimalista com branco e madeira clara; tons de vinho bem aproveitados com madeira amarelada; e o verde tropical, para aquecer e tornar um pouco divertido o ambiente.







quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

7 TENDÊNCIAS DE DECORAÇÃO PARA 2017



2017 já entrou em cena e trouxe com ele materiais criativos, cores elegantes e itens de decoração incríveis. Confira a lista:


 1. Verde-escuro
Se o assunto for cor, o verde-escuro é a aposta certa para o próximo ano. Que tal uma poltrona, um sofá ou um buffet neste tom? As peças combinam bem com o estilo retrô ou escandinavo.



2. Tijolinhos
Os fãs desse revestimento podem ficar felizes. Em 2017, ele será uma tendência na decoração. Ele é um ótimo aliado em espaços industriais e ainda traz a sensação de aconchego ao ambiente. Um outro ponto interessante é que eles deixam o lar com uma cara rústica.






3. Cortiça
Já imaginou uma parede de cortiça? É uma ideia criativa e com design interessante. Além disso, é personalizável porque você pode prender mensagens e fotos. Que tal trazer uma dessas para o escritório? E mais: esse material é aconchegante e mantém os ambientes aquecidos.




4. Camas luxuosas
Chegou a hora de trocar a sua cama. A aposta para 2017 são os móveis com cabeceiras de veludo. Muitos hotéis de luxo e casas de celebridades já possuem o item. Então, é só questão de tempo até você se render a uma dessas.






5. Mesas de mármore
O mármore é um material nobre que torna o ambiente elegante. Se você quer deixar sua sala mais estilosa, invista neste único item. Além disso, é possível escolher entre diversos tons.






6. Cadeiras com pele artificial

Móveis revestidos com pele artificial vão continuar em destaque em 2017, principalmente as cadeiras. Elegantes, com design incomum, as peles trazem um charme a qualquer ambiente. Que tal escolher uma dessas para o seu home office?





7. Banco estilo industrial
O estilo industrial promete continuar em destaque. Que tal aproveitar a onda e substituir as cadeiras de sua cozinha por bancos de bar? São peças descontraídas e as visitas vão adorar!

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

No Ano Novo, aposte na simplicidade!


·                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                    
Um bom ano começa na festa da virada. Diferentemente do Natal, o ano-novo é uma festa mais despojada, com amigos e familiares, bebidas e comidinhas. Se você for recepcionar em casa, um clima especial na decoração, com velas, frutas, flores podem dar uma graça especial.
Sua festa vai ficar mais interessante e os convidados vão se sentir importantes e bem vindos.É possível fazer uma decoração bacana com objetos que você já tem em casa.

Mesa de jantar
Utilize revistas, livros antigos e até aquela lista telefônica que ninguém usa mais para fazer alturas diferentes na mesa da ceia. Cubra depois com uma toalha branca e finalize com tule.

Fotos do ano que passou
Imprima fotos com a família e com os amigos e faça móbiles com fita de cetim. Outra ideia é deixar as fotos espalhadas pela decoração em porta retrato ou também em murais improvisados.

Abuse das frutas
As frutas podem ser servidas já cortadas e dentro de cascões para sorvete, deixando o visual bonito. Depois da ceia, você pode servir as frutas com topins naturais, como mel, granola, iogurte ou sorvete.

Flores do campo
Elas embelezam e deixam a casa perfumada. A cor fica a seu critério: amarelo para prosperidade, rosa para amor, azul para tranquilidade. Use flores do campo e espalhe pela decoração. Brinque e use uma jarra bonita de vidro ou louça como vaso. Margaridas em taças ou em garrafas de vidro também ficam bonitas. Pequenas garrafas de vidro com água com corante e uma flor dentro dão um visual legal.

Sousplat alternativo
Para uma decoração de última hora um sousplat, do francês “pratos de baixo”, pode ser feito com tecido de maneira bem simples. O acessório pode ser confeccionado com um tecido prata ou dourado e costurado como uma touca de banho. Com essa capa improvisada você pode cobrir um prato neutro e deixa a costura para baixo.

Velas são bem vindas
Outra dica legal é o uso das velas na decoração da mesa e do ambiente da festa. A vela é um acessório legal, sempre charmoso. Você pode colocar dentro de um cachepô de vidro para causar mais impacto. Pequenas velas podem ser usadas dentro de taças com água, ou até mesmo em taças viradas de cabeça para baixo.

Vasos transparentes
Fácil de encontrar em casa, os vasos de vidro cilíndricos são uma ótima alternativa para compor arranjos com frutas. Usar maçãs, uvas, limão, ou até castanhas deixa o visual diferente e sofisticado. Os vasos podem ficar dispostos na mesa da ceia ou até espalhados na decoração do ambiente da festa.