quinta-feira, 29 de setembro de 2016

4 soluções da construção civil que prometem deixar sua casa mais sustentável

A construção sustentável ameniza o impacto das edificações na natureza, reduz a produção de resíduos e utiliza com eficiência materiais e recursos naturais. Por enquanto, a forma como se constroem a maioria das casas e prédios brasileiros está bem longe de ser a ideal, mas selecionamos algumas invenções que apontam para um futuro no mínimo mais verdinho.



1. CONCRETO VERDE
Se, para a maioria das pessoas, os musgos são sinônimos de sujeira, umidade e abandono, para a equipe de pesquisa em tecnologia estrutural da 
Universidade Politécnica da Catalunha, eles se tornaram grandes aliados das construções urbanas. Os pesquisadores conseguiram combinar materiais para obter no concreto de musgo as condições ideais de porosidade, rugosidade e pH que facilitam o crescimento das espécies. Assim, temos excelentes paredes verdes que controlam a temperatura dos ambientes e funcionam como filtros naturais do CO2.

2. TELHADO VERDE
Mais popular no Brasil, os telhados verdes têm sido uma solução arquitetônica que ganha adeptos pela estética e sustentabilidade. A invenção auxilia o controle da temperatura ambiente,  impacta os chamados microclimas urbanos e ainda absorve a água da chuva – mitigando problemas como enchentes, por exemplo. 

3. TELHAS COM PLACAS SOLARES
As empresas italianas Area Industrie Ceramiche e REM desenvolveram uma telha cerâmica com células fotovoltaicas integradas, capazes de transformar luz solar em energia elétrica. Uma área de 40 m², por exemplo, é capaz de abastecer uma casa inteira. A invenção é uma alternativa aos painéis solares tradicionais, que normalmente são maiores, mais pesados e demandam uma mão de obra especializada para a instalação. 

4. TINTA TÉRMICA
Com uma telha de células fotovoltaicas e a tinta térmica desenvolvida pela Nasa, com certeza a sua conta de energia ficará mais barata. Isso porque a agência criou uma cobertura que promete reduzir a temperatura dos ambientes e garante diminuir em até 60% o uso de ventilador e ar condicionado. Como se ainda pudesse ficar melhor, a Nasa assegura que a tinta é de fácil aplicação e que o efeito térmico dura até cinco anos.