segunda-feira, 6 de agosto de 2018

A INFLUÊNCIA DAS CORES




Muitas vezes ficamos cheios de dúvidas de qual cor usar em um determinado ambiente, por não saber se vai ficar bonito ou não. Mas a escolha da cor não deve limitar-se somente ao aspecto estético e sim ao fato da influência que ela exerce na nossa emoção e razão.
É claro que a cor tem muito a ver com nossas preferências pessoais e até nossas diferenças culturais. No entanto, muitos estudos já chegaram a conclusão que as cores estimulam nosso cérebro de muitas maneiras diferentes. Se as cores forem usadas da forma correta estimulam áreas do cérebro que podem promover as mais diversas sensações.
Sabendo quais sensações cada cor causa, fica mais fácil decidir qual aplicar em cada ambiente. Confira, segundo a psicologia das cores as principais sensações causadas pelas cores:

Branco: Transmite limpeza e frescor e é ótima para ambientes pequenos, pois sugere a sensação de amplitude no ambiente.
Ambiente ideal: Casa inteira, principalmente nas paredes.

Lilás/Roxo: O tom mais voltado para o roxo transmite espiritualidade e o lilás mais suave proporciona calma.
Ambiente ideal: quartos crianças, cantos de espiritualidade e templos.

Azul: Transmite calma e tranquilidade, o uso único da cor pode causar monotonia, por isso é importante combiná-las com outras cores.
Ambiente ideal: Quartos de casal e infantil e consultórios.

Verde: Sugere calma, frescor, equilíbrio e lembra a natureza.
Ambiente ideal: Hospitais, consultórios, quartos em geral.

Amarelo: Cor vibrante, alegre e que estimula a criatividade. Em superfícies grandes pode causar cansaço.
Ambiente ideal: Áreas de estudos e salas.

Laranja: Cor acolhedora e quente, estimula e abre o apetite. É muito acolhedora e quente.
Ambiente ideal: Cozinhas, restaurantes e salas de jantar.

Vermelho: Sugere virilidade, agitação, exotismo e glamour. Em excesso pode provocar excitação e nervosismo.
Ambiente ideal: Quartos de casais, restaurantes, cozinhas, salas de jantar.

Preto: Sugere nobreza e elegância, cuidado com pessoas que apresentam depressão, ambientes escuros e sombrios, estimulam essa patologia. O ideal é usar em pequenos detalhes:

Ambiente ideal: Em pequenos detalhes pode ser usada em qualquer ambiente.



Agora que você já sabe a influência e estímulos que as cores causam, observe a personalidade de cada pessoa que vive naquele ambiente e use as cores de acordo com os desejos da pessoa.
Uma dica para quem tem medo de exagerar é aplicar cores mais neutras em grandes superfícies como paredes por exemplo e as outras cores em detalhes, como almofadas, cortinas, objetos de decoração etc. Combinar cores quentes com cores frias pode trazer mais conforto e aconchego.
No geral, se informe sobre as cores que estão em alta, mas sempre se atentando as preferências dos usuários.

Créditos:  Designer de Interiores Elida Lacerda 

Facebook:

Instagram:

Whatsapp: 11 98128-9332